Translate

Pesquise Aqui

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Corrupção

Corrupção
               A corrupção começa desde cedo, na época do colégio. Muitos não sabem mas colar, desrespeitar o professor e enganá-lo são exemplos de corrupção leve, mas que abrem portas para outras mais graves.
               Corrupção existe em muitos lugares: na sua casa, quando você mente para seus pais sobre o lugar aonde vai e sobre as pessoas com se relaciona, além disso a também acontece quando os políticos desviam verbas destinadas a construção de escolas e hospitais, usando o dinheiro para o seu próprio benefício.
               Falando de um exemplo maior é mais conhecido de corrupção, é o do futebol. Toda a população brasileira ficou escandalizada com os gastos para a construção dos estádios "padrão FIFA" usados na Copa do Mundo de 2014, que sofreram gastos 2, 3, 4 vezes maiores que o planejado, gastos absurdos que poderiam ser usados para construção de escolas, hospitais e postos de saúde. Antigamente o futebol era jogado com raça,com amor pela camisa e agora não passa de mídia, dinheiro, "ostentação" e uma nova forma de desviar dinheiro.
               Segundo informações reveladas neste ano, com todo o dinheiro desviado até agora no Brasil, poderiam ser construídas 10 escolas em cada município, de cada estado do Brasil. São dados assustadores, pois percebemos o quanto a nossa sociedade brasileira está perdendo com as falhas em nosso governo.
               Soluções viáveis para combater a corrupção seriam: 

1. Mudar algumas as leis da legislação brasileira: alguma leis dificultam o combate contra a corrupção e em alguns casos ate estimulam a pratica, com punições leves para os infratores;

2.Reduzir o número de cargos comissionados: o numero de pessoas trabalhando nesses cargos chega a ser assustadora, 20.420, quase o dobro de outros países como a Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra. O número de funcionários públicos que não prestaram concurso e entraram a serviço sem prestar concurso e sim por indicação política, estimula a troca de favores.


Alunas: Gabriela Dill

             Ana Caroline Sobanski

Nenhum comentário:

Postar um comentário